bts
Os rapazes do grupo BTS (FOTO: Reprodução)

Popstars coreanos ‘distintos’ como o BTS agora terão permissão para adiar seu alistamento militar obrigatório. O comitê de defesa da Assembleia Nacional Coreana aprovou uma revisão da lei do Serviço Militar para conceder um direito excepcional de adiar os deveres militares de artistas pop aclamados, que são reconhecidos por terem contribuído para a elevação da reputação global da Coreia.

O projeto de lei deve ser aprovado na sessão plenária do parlamento coreano para aprovação final. A revisão foi proposta em setembro por Jeon Yong-gi do Partido Democrata, depois que o BTS se tornou a primeira banda sul-coreana a alcançar o primeiro lugar na parada Billboard Hot 100 dos EUA com sua faixa em inglês, Dynamite.

VEJA TAMBÉM: Mano Brown pede boicote à mercado após homem negro ser espancado até a morte

Jin, aos 27 anos, é o membro mais velho da banda e, pelas regras atuais, está sujeito a alistamento no final do ano. Jungkook é o mais jovem aos 23 anos e sob a nova revisão, não teria que se alistar por mais sete anos. No entanto, os membros da banda já declararam sua intenção de cumprir seus deveres militares e não expressaram nenhum interesse em adiar o alistamento.

As regras estabelecem que todos os homens sul-coreanos aptos com idades entre 18 e 28 anos devem servir nas forças armadas por cerca de dois anos. De acordo com as leis existentes, exceções ou diferimentos só foram concedidos a atletas premiados internacionais e músicos clássicos em reconhecimento de seus papéis na promoção da reputação do país no exterior, mas, nos últimos anos, argumentou-se que essas regras também deveriam ser aplicadas a estrelas pop .

No ano passado, o BTS – composto por RM, Suga, J-Hope, Jin, V, Jimin e Jungkook – valia cerca de £ 3,5 bilhões (R$ 25 bilhões) para a economia da Coreia do Sul, ou 0,3% do PIB do país. A banda alcançou dois álbuns em primeiro lugar nos Estados Unidos, com Map Of The Soul: 7 alcançando o primeiro lugar no Reino Unido, e eles se tornaram o primeiro ato sul-coreano a tocar em um estádio de Wembley lotado no ano passado.