dennis dj
O músico fluminense Dennis DJ (FOTO: Reprodução)

Não bastasse ter caído nas graças da torcida do Flamengo, ter se tornado dancinha pro craque Gabigol e ter unido as tribos dos rappers e emos, Babu Santana conquistou mais um feito durante seu confinamento no BBB20. Agora, o cantor e ator que está com o aluguel atrasado, ganhou um remix assinado por ninguém menos que Dennis DJ.

O produtor que já criou alguns dos maiores hits radiofônicos da história recente da música brasileira resolveu aderir a campanha virtual #FicaBabu criando um brega-funk dedicado ao famoso intérprete de Tim Maia. A faixa é uma nova versão do Tudo OK, canção que foi considerada o hit do Carnaval 2020. Ouça abaixo:

VEJA TAMBÉM: Babu põe o “bumbum pra jogo” ao som de Gloria Groove e viraliza na web

Dennis DJ, vale lembrar, é a mente criativa por alguns dos maiores hits dos últimos anos e décadas no Brasil como “Cerol na Mão”, “Um Tapinha não Dói”, “Vai Lacraia”, “Baile da Gaiola”, “Agora É Tudo Meu” e “Malandramente”.

Vale lembrar que Babu Santana possui uma banda chamada Babu Santana e Os Cabeças de Água cujo repertório é voltado para músicas de Tim Maia e black music e os artistas já chegaram a abrir shows do rapper Criolo. Numa entrevista para o blog do grupo, o atual brother do BBB20 comentou sobre como nasceu a ideia de criar a banda.

“Eu faço teatro desde 1992, em 1996 entrei para o grupo de teatro “Nós do Morro”, e lá fiz aulas de voz, até 2011. Meus professores sempre me estimularam a cantar. Em 2011 fiz um teste pra interpretar meu grande ídolo, Tim Maia. E no teste o Mauro pediu para eu cantar. Nesse dia agradeci muito por ter feito parte do projeto “Nós no Morro”. Passei no teste, fiz o filme e o resultado foi ótimo. Resolvi comemorar minha trigésima quinta  primavera cantando Tim Maia. Uma produtora de São Paulo pediu uma presença VIP numa exibição do filme, antes do show do meu aniversário, minha produtora backing vocal e esposa sugeriu que levássemos a banda, mesmo com pouco ensaio, o pessoal de São Paulo aceitou e olha só a gente aqui!”.