freddie mercury
O astro de origem zanzibense Freddie Mercury (FOTO: Reprodução)

Em 24 de novembro de 1991, aos 45 anos, o vocalista do Queen, Freddie Mercury, morreu em Londres. A causa de sua morte foi pneumonia brônquica; agravado pela AIDS. Exatamente um dia antes, em 23 de novembro daquele ano, ele havia declarado publicamente que estava infectado com o vírus.

Sua figura, sua voz, seu histrionismo e seu trabalho o tornavam uma lenda; mesmo muito antes de sua morte. E 29 anos depois dessa data triste, lembramos a mulher que -literalmente- foi o “amor de sua vida”

Como namoro oficial, Freddie e Mary foram um casal por apenas 6 anos. Depois que o cantor reconheceu que ele era homossexual, o relacionamento formal chegou ao fim. Mas o amor incondicional permaneceu por toda a vida. Tanto que Mary era a única que poderia ficar na frente de Mercury para lhe dar ordens. E Austin foi a primeira pessoa a saber que o cantor tinha HIV.

VEJA TAMBÉM: Ex de Biel culpa mãe do cantor por seu comportamento: “Sinto pelo que sua mãe fez com você com apenas 13 anos”

Seu último pedido antes de morrer foi para que fosse enterrado em algum lugar que apenas ela soubesse: “Ninguém jamais saberá onde estão enterrados porque esse foi o desejo dele“, declarou o amor da vida de Freddie Mercury.

Mary Austin viveu com Freddie Mercury seis anos e inspirou 'Love of My  Life' | Hypeness – Inovação e criatividade para todos.
(FOTO: Reprodução)