O astro britânico Elton John (FOTO: Reprodução)

Devido à pandemia de COVID-19, a Farewell Tour de Elton John provavelmente não terminará antes de 2022, mas ele não descartou completamente a ideia de fazer mais shows no futuro. Se ele voltar ao palco, porém, não espere os sucessos.

Em declarações à Rolling Stone, Elton disse que está interessado em fazer uma longa residência em um local para um público menor, e focar em cortes profundos que ele nunca teve a chance de tocar ao vivo.

Quando eu terminar esta turnê mundial, se eu fizer um show novamente, será semelhante ao que Kate Bush fez no Hammersmith Apollo [em Londres] [em 2014]”, disse ele. “Ela apareceu e tocou por três semanas para 4.000 pessoas por noite.”

Se eu fizer isso, não quero cantar ‘Crocodile Rock’ de novo e realmente não quero cantar ‘Saturday Night’s Alright for Fighting’ de novo,” ele admite. “São canções maravilhosas. Eles me fizeram muito bem. Mas há outras canções … que eu quero cantar.”

LEIA TAMBÉM: Compositor critica arrogância de Gusttavo Lima após ficar milionário com hit do cantor

Dois exemplos que Elton John cita são “Original Sin” e “American Triangle“, ambos de seu álbum de 2001, Songs from the West Coast. Por enquanto, porém, você pode ouvir essas músicas – bem como cortes profundos de seus álbuns The Diving Board, The Union, Ice on Fire e Made in England – em sua próxima caixa de raridades Jewel Box, que sairá em 13 de novembro.

Há músicas nesses álbuns que eu realmente amo”, declara ele. Quanto ao motivo de ele nunca tocá-los ao vivo, Elton diz. “Se você tocar em shows – e Mick Jagger vai me apoiar nisso – se você não tocar [os sucessos], as pessoas vão ficar puta. Você coloca algumas músicas novas e as pessoas vão ao banheiro , geralmente.”