Em meio a divórcio de Kanye West, Kim é flagrada se divertindo

A empresária de 41 anos foi fotografada por paparazzis nesta segunda-feira (22)

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em meio a divórcio de Kanye West, Kim Kardashian está passando por um momento difícil em sua vida pessoal. Mesmo assim, nesta segunda-feira (22), a empresária estava simplesmente radiante!

Flagrada por paparazzis com alguns membros de sua equipe em Los Angeles, a estrela de 41 anos parecia mais feliz do que nunca ao exibir um largo sorriso.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Confira:

(FOTO: Reprodução/Daily Mail)
(FOTO: Reprodução/Daily Mail)

Ex-segurança de Kanye West diz que foi demitido por falar com Kim Kardashian

Steve Stanulis, ex-guarda-costas de Kanye West, afirma que foi demitido pelo músico por ter conversado com sua então esposa, a empresária Kim Kardashian, durante o serviço.

Recentemente, Stanulis participou de um bate-papo no podcast “The Kyle e Jackie O Show”, onde disse que a situação, que teria ocorrido em 2016, foi o estopim para sua demissão.

“Eu estava trabalhando na semana do Met Gala e soubemos cerca de 25 minutos antes de sairmos que (Kim e Kanye) estavam procurando um carro melhor. Eu tive que subir e dizer a eles que não poderíamos conseguir um carro nesse período de tempo. Quando eu subi, Kim atendeu”.

Stanulis afirma que explicava a situação para a famosa quando foi flagrado pelo rapper. “Então aconteceu que ele apareceu. Ele me viu lá, e eu disse: ‘E aí, Sr. West?’. Ele passou, fechou a porta na minha cara e aquele foi meu último dia.”.

O entrevistador questionou: “Então ele realmente não gostava que você conversasse com a esposa dele?”. O ex-funcionário disparou: “Acho que não”.

Kim e Kanye no MET Gala de 2016 (FOTO: Reprodução)

Steve Stanulis pode lançar documentário sobre Kanye West

O ex-guarda-costas de Kanye West, Steve Stanulis revelou estar pensando sobre as ofertas que recebeu de dois estúdios de streaming para contar sobre seu tempo trabalhando com o rapper.

Steve Stanulis contou ao Page Six nesta segunda-feira, que os estúdios que o perseguem, querem suas informações sobre o tempo que trabalhou com Kanye.

O ex-dançarino do NYPD e dançarino Chippendales, revelou que “Cada dia era uma nova aventura” em meio a seus “Dois momentos distintos” de trabalho para o artista de rap em 2016. 

“Há uma tonelada de histórias que eu não contei”, ele disse. 

Sua fala é sobre os eventos que ocorreram na cidade de Nova York, incluindo no set de Saturday Night Live, no Met Gala e na New York Fashion Week.

Kanye West e Steve Stalinus (FOTO: Reprodução)

VEJA MAIS: Site expõe dossiê sobre supostas traições de Nego do Borel; confira!

A dupla teve um relacionamento turbulento, negociando ameaças legais. E Steve disse que provavelmente será um ponto de partida para um projeto criativo. “Eu era um de seus caras favoritos”, revelou o ex-funcionário.

“Começa com um processo de 30 milhões de dólares e retrocede, com toda a loucura”, ele disse.

“Por que não abordar o elefante na sala? Eles ameaçaram me processar duas vezes diferentes, uma vez naquele dia, e então em um podcast este ano”, contou.

Durante o podcast do Hollywood Raw no ano passado, Steve chamou o rapper de Bound 2. “Mais carente, mais temperamental e a pior gorjeta” das celebridades que ele encontrou.

Steve ainda revelou que foi ameaçado por um processo. “Tornou-se viral e eles ameaçaram me processar novamente por 10 milhões de dólares, meu advogado contestou e ele simplesmente foi embora”, disse ele.

Steve contou que Kanye usou ex-policiais para fazer parte de sua equipe de segurança, e um deles durou apenas “cinco minutos” no trabalho com o rapper.

O ex-guarda costas disse que fazer um filme sobre o tempo que passou ao lado do músico é uma questão de tempo. “Dessa forma, ninguém precisa me perguntar sobre isso nunca mais”, disse ele. 

“Eu juro para você, não importa o que eu faça. Em algum lugar ao longo da linha [West] surge. Nada mais a ser dito. Estou dizendo tudo”, finalizou.

“Eles vieram até mim. Eu gosto do fato de que eu não sou o diretor, o produtor. A coisa toda vai durar 1 hora e 20 minutos em uma ordem cronológica divertida”, ele contou.

O possível projeto surge quando Kanye West está se separando de Kim Kardashian e documentários sobre famosos estão chamando a atenção, como no caso de Britney Spears e Taylor Swift .

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio