Ex-Polegar Alan Frank fratura a coluna após ser atropelado em motociata de Bolsonaro

Publicado em 15/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O ex-membro do grupo Polegar e médico Alan Frank foi um dos motociclistas que se acidentou durante a motociata em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), no último sábado (dia 12). O ex-músico, que atualmente trabalha como oftalmologista, acabou fraturando a coluna e acabou sendo atendido no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. O famoso já teve alta médica e vem se recuperando em casa. Numa entrevista à revista Quem, Alan desabafou: “Custou caro”. Vale ressaltar que o ex-Polegar também participou de um café da manhã com Bolsonaro, antes do evento. Mesmo não confirmando se seguiu o grupo de motos, foi em meio ao evento que Alan acabou sendo atropelado.

“Na hora da saída, tinha um monte de gente, e aí, no começo da Rodovia dos Bandeirantes, tinha um motociclista com uma mulher na garupa na minha frente. Ele se desequilibrou. Vi que ele ia cair e fui reduzindo a velocidade”, explicou Alan. A manobra, porém, acabou não ajudando e o motociclista caiu em frente do oftalmologista. Ele conseguiu desviar, mas acabou sendo atingido por outra moto. “Já estava quase passando quando outra moto bateu em uma das rodas da moto caída no chão, fazendo com que a outra roda dela batesse na minha motocicleta. Aí, eu caí”, contou. Com a queda, Alan Frank acabou sendo atropelado por um outro motociclista. “Ela [a moto] bateu com a roda nas minhas costas e uma outra ainda bateu de raspão”, diz.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

VEJA MAIS: Luísa Sonza acusa YouTube de boicotar novo clipe por ‘conteúdo explícito’

“Muita dor”

Mesmo tendo consciência de que não deveria se levantar, o ex-Polegar revela que se manter deitado no chão, naquele momento, seria bastante arriscado. “Eu me levantei. Até deveria ter ficado deitado, agi errado. Mas era muita gente e tinha um grande risco (se ficasse deitado)”, afirmou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio