Polícia Civil apreende gravações de Renato Russo

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Recentemente a polícia fez uma operação especial em busca de músicas inéditas compostas por Renato Russo. Pois bem, nesta quarta-feira (09), a polícia fez uma segunda operação e recuperou materiais em um depósito usado por uma gravadora em Cordovil, na Zona Norte do Rio.

Segundo o G1, foram apreendidas 91 fitas que, segundo a polícia, contêm material inédito do artista e serão entregues a Giuliano Manfredini, filho e herdeiro do compositor.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Relembre a primeira operação:

Uma denúncia feita por Giuliano Manfredini, filho de Renato Russo e detentor dos direitos autorais sobre sua obra, levou a polícia carioca, representada pela Delegacia de Repressão contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM) a fazer uma operação, batizada de “Será?”, realizada dia 26 de outubro, para tentar encontrar possíveis músicas inéditas do cantor e compositor, que estariam nas mãos do dono de um estúdio de gravação em Botafogo, no Rio de Janeiro.

VEJA TAMBÉM: As fotos secretas do último aniversário de Freddie Mercury antes da morte

Renato, falecido em 1996, teria usado o local para gravar nos últimos anos de sua vida, e na busca os agentes encontraram 30 versões de músicas nunca lançadas oficialmente e tentam localizar um possível repertório inédito de autoria de Renato Russo.

O cumprimento do mandado de busca e apreensões foi altamente produtivo e conseguimos provas robustas, que em breve vão ajudar a esclarecer toda a verdade sobre o que estava acontecendo. Tem pelo menos trinta músicas em versões inéditas”, afirmou o delegado Mauricio Demétrio, titular da DRCPIM.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio