demi lovato
A cantora norte-americana Demi Lovato (FOTO: Reprodução)

Foi divulgada extra-oficialmente na web a versão em estúdio de “Say My Name”, com Demi Lovato e remixada por David Guetta. O material acabou sendo engavetado ainda em 2018, por causa da overdose de Demi, que a deixou hospitalizada e depois internada em uma clínica de reabilitação.

Confira abaixo:

Ainda em 2018, o DJ e produtor francês David Guetta comentou sobre a grande repercussão em torno das trocas de vocais de “Say My Name”, parceria com J Balvin. A colaboração chegou a ser anunciada como uma parceria do DJ também com Demi Lovato, mas os incidentes na vida pessoal de Demi acabaram por afastá-la da colaboração. Antes de ser cancelada, a colaboração com Demi Lovato já havia sido sinalizada inclusive pela rádio Capital FM, uma das mais prestigiadas do Reino Unido.

Eu estava conversando com ela sobre a possibilidade de gravarmos juntos, antes de… Não é segredo pra ninguém que ela está passando por alguns problemas pessoais. Então ela não estava mais disponível para fazer isso”, revelou o DJ francês numa entrevista ao site POPline. Uma versão de “Say My Name” com os vocais de Demi sequer chegou a ser gravada, de acordo com Guetta, na época, o que acabou se mostrando um fato inverídico.

VEJA TAMBÉM: Freddie Mercury teria cheirado cocaína para criar hit mundial com David Bowie

O DJ, porém, destaca que prefere não usar a palavra “substituição” para o incidente que acabou colocando Bebe Rexha nos vocais. “Não foi bem uma substituição, quero dizer… Eu entendo”, afirmou. “Bebe é uma artista que eu respeito demais. Amo artistas que também são compositores e Bebe é uma compositora incrível e sua voz também é incrível! Fizemos ‘Hey Mama’ juntos, tivemos muito sucesso com essa música, e ela estava trabalhando como compositora e isso foi antes dela começar sua carreira de artista. Eu realmente a admiro. Ela está crescendo cada vez mais e eu a acho maravilhosa”, explicou.